sábado, janeiro 14, 2006

Jorge Sampaio - Fotobiografia

Eis um livro que não defrauda nem deixará de ter-se por meritório entre os que vêm sendo publicados, neste final dos mandatos de Jorge Sampaio em Belém, com textos seus ("Portugueses - Volume VIII", "Com os Portugueses - dez anos na Presidência da República") ou sobre a sua personalidade, apeciada no decurso de uma vida de doação à causa pública e no multifacetismo dos interesses, apetências e realizações que incorporou e projecta. A "Fotobiografia" hoje disponibilizada conta com a escrita clara e precisa de Vasco Durão, no âmbito de um trabalho que assegurou a participação de António Costa Pinto, Diogo Gaspar, Óscar Cavaleiro e Vítor Gomes, para um retrato que não prescinde do rigor na factualidade e nas escolhas feitas, tanto no plano narrativo como no iconográfico, segundo propósitos de informação geral e na perspectiva de uma ideia desde o início reticular - "Um cidadão igual a nós".
Não cabe aqui uma qualquer nótula de análise ou sumarização de conteúdos, os que emergem de uma esfera cingida à memória pessoal e os rastreados na intervenção democrática, da luta contra a ditadura ao desempenho das mais altas funções no pós-Abril. Volto, por isso, à foto da página 124. Não por acaso. Um desses momentos em que, de forma admirável, alguém captou a expressão profunda de um homem. Um homem que profundamente admiro e amiúde vi assim: pensativo e melancólico, naquela região leve e quase saboreada da melancolia, informal, antes do cansaço que corrói, entre dois tempos, dois ramos, dois lugares de acção e poesia, o olhar algures onde não sabemos a raiz, a matéria, o rio que não pára.
Sobre ele gostaria de falar. Falarei em breve. Para evocar Jacques Derrida também. Ou, no centro do debate em torno dos poderes do Presidente da República, exprimir o que penso sobre o modo como exerce o cargo. Para já, este sinal de apreço por um álbum que bem merece a atenção dos leitores - não apenas a dos designados especialistas em ciência política e dos comentadores com voz audível na constelação dos media.